Home Dicas Viajar em segurança

Viajar em segurança

por Tuga Viajante
0 Comentar 36 visualizações

Pois é Tuga, todos os cuidados são poucos!

A tendência, quando se vai de férias, é relaxar. Claro, é para isso que estamos de férias, mas para estarmos mais descansados, temos que ter alguns cuidados antes.

Marcar a viagem

Agência de Viagens

Se vais marcar a viagem numa agência, fala com os teus amigos e procura na net alguns comentários sobre essa agência. Já que estás a pagar a mais, o serviço tem que ser sem preocupações nenhumas. Procura uma agência que tenha boa reputação.
Verifica também, opiniões sobre onde vais ficar, Hotel e localização. O serviço que te oferecem e se estás a pagar o que vale.
Pede e leva contigo uma ou duas formas de contactar alguém da agência a qualquer hora, caso algo corra mal.

Na Internet

Marca a tua viagem em sites reputados, não vás em qualquer treta que aparece na internet. Podes marcar directamente nos sites das companhias aéreas ou nos sites dos Hotéis ou em sites afiliados que muitas vezes te dão descontos vantajosos.
Alguns dos mais reputáveis são, Booking.com, Skyscanner.pt, Hoteis.com, Trivago.pt, Edreams.pt, Momondo.pt, , Kayak.pt, Rentalcars.com, etc.
A forma mais segura de pagares é com cartão de crédito ou com contas com cartão de crédito associado, como o PayPal. Para além de os cartões de crédito terem, normalmente, associados seguros contra fraude, alguns também te oferecem seguro de viagem se  o pagamento for feito com eles.
Certifica-te que recebes no teu email, comprovativo da marcação.

Regista a tua viagem

As autoridades Portuguesas devem saber por onde andas, no caso de uma emergência. Foi lançada em 2017 a App “Registo do Viajante” que, permite registar gratuitamente e voluntariamente a tua viagem.
Em caso de emergência, (catástrofe natural, atentados, etc.) a aplicação permite que sejas localizado pelas autoridades portuguesas e informado sobre a situação. Adicionalmente, também tem ligação rápida com o Gabinete de Emergência Consular em caso de crise.
Não te esqueças, que para isto funcionar, tens que ter um serviço de rede activo no teu telemóvel.

Roubos

Infelizmente isso acontece a toda a hora, e os turistas são um alvo apetecível. Tenta não exibir muito que és turista, ou pelo menos não mostrar muitos valores que chamem à atenção dos amigos do alheio.

 

Malas e Mochilas

Toda a gente sabe, mas não custa nada lembrar, aloquetes de combinação nos fechos todos é imprescindível. Não te esqueças do código.
Documentos (incluindo comprovativos de marcações), cartões e dinheiro, não devem ir para o porão. Caso a mala se perca, tens que ter como ir para o hotel e te manter.
Se levas apenas mochila, tenta ter o mais importante num saco mais pequeno que fique junto ao teu peito. Existem sacos de viajante apropriados para evitar os carteiristas.
Se tiveres coisas importantes na mochila, coloca-as o mais junto às costas possível. Os carteiristas podem fazer um corte na mochila sem tu perceberes e tentar tirar o que conseguirem, se estiver junto às costas é mais difícil de eles chegarem.

Cartões e dinheiro

Nunca, mas nunca deves trocar dinheiro com alguém na rua. Um dos esquemas mais comum é tentar atrair os turistas com taxas vantajosas e trocar por dinheiro falso ou moedas de outros países que valem muito pouco. Faz sempre isso em casas especializadas e conta o dinheiro antes de o guardar, ainda no balcão. Mais dicas sobre Câmbios AQUI.
Para evitar esquemas de dinheiro, usa os teus cartões.
Ao fazer pagamentos, exige que o teu cartão esteja sempre visível, é possível que te roubem dados do cartão com leitores se tiverem oportunidade.
Se vais levantar dinheiro, opta por caixas multibanco dentro dos bancos. Se tiveres que usar uma no exterior, observa bem a caixa se não tem teclados ou leitores de cartão falsos. E claro, não vás levantar dinheiro de madrugada numa rua escura e sem movimento.
Assina o teu cartão e tapa o CCV, que são os últimos 3 algarismos atrás do cartão que autorizam compras online. (alguns cartões são 4 algarismos à frente).
Leva mais do que um cartão e deixa sempre um em local seguro no teu alojamento.
Finalmente, avisa o teu banco que vais viajar, alguns cartões bloqueiam automaticamente se detectarem movimentos fora do habitual como, pagamentos no estrangeiro.

Documentos

Antes de mais, os Hóteis podem pedir-te os teus dados e o teu Passaporte ou Cartão de Cidadão, mas não deves deixar com eles os teus documentos.

Pede cópias ou leva já duas de casa e guarda os documentos no cofre ou em sitio seguro. Ok, podes ter alguns problemas se te pedirem os documentos na rua, mas acredita que vais ter muitos mais problemas se os perderes! Se te pedirem os documentos, mostra a cópia e explica porque os deixas-te em casa. Se for preciso, vais buscar os originais.

Transportes

Existem vários países com esquemas nos Táxis, taxímetros que não contam, Táxis falsos, Ubers que não terminam a viagem e até rickshaw que te deixam num sitio qualquer e táxis que te raptam. Todo o cuidado é pouco, tenta usar transportes públicos preferencialmente. Antes de usar Táxis, procura saber como podes distinguir os verdadeiros dos falsos. Pergunta no alojamento se têm alguém que recomendam e o contacto. Na Uber ou semelhantes, exige que te mostrem a terminar a viagem na App antes de sair do carro.

Dicas Gerais

Se não sabes números de contacto de pessoas que te podem ajudar, leva escrito em papel e deixa um no alojamento e leva outro contigo. Para o caso de perderes o telemóvel.
Sempre que te abordarem, tem sempre atenção às tuas coisas e às outras pessoas que te rodeiam, um dos esquemas é uma pessoa tentar ter a tua atenção enquanto outra te rouba.
Não vagueies sem saberes onde estás, principalmente à noite.
Quando saíres para beber, mantém sempre os olhos na tua bebida ou tapa o copo com a mão para que não possam colocar drogas na tua bebida.
Outro esquema comum, é não colocarem os preços nos restaurantes e nos bares e no final cobram o que lhes apetece. Por isso nos restaurantes, vê os preços antes de entrar ou de te sentares. Pede o menu e pergunta se são aqueles os preços. Se te convidarem, na rua, para entrar  num bar manhoso, não aceites. Arriscas-te a servirem uma bebida que te vai custar centenas de euros, e se não tiveres dinheiro eles fazem o favor de te acompanhar ao multibanco. Antes de sair à noite, vê no TripAdvisor por exemplo, se os estabelecimentos que vais têm boa reputação.

Também podes gostar

Deixar comentário

* Ao usar este formulário, você concorda com o armazenamento e o manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler mais

UA-114983103-1